Não consegue carregar uma geladeira no porta-mala?

Categorias:Fotos, Passatempo

Como fazer uma criança usar a privada

Categorias:Fotos, Passatempo

Família conectada

Categorias:Fotos, Passatempo

Diga não as dorgas

Esse negócio de chá de fita cassete, boldinho, balas e doces estão por fora, a última moda é o cigarrinho de bateria de lítio, cuidado galerinha:

Vi lá no Vida de Suporte.

Categorias:Fotos, Passatempo

Por que se aventurar no Linux

Introdução


Se você está lendo este artigo em seu Windows e se perguntando:

  • Será que instalo o Linux?
  • Será que é bom?
  • Será que vou me arrepender?

Tudo que posso afirmar é que eu instalei, acho bom e não me arrependi.

Após ler em vários fóruns e em comentários de pessoas que nunca usaram Linux concluí o seguinte:

Grande parte dá a desculpa que no Linux existe poucos softwares e é muito difícil. Nós que usamos, sabemos que isso era verdade até tempos atrás, mas hoje existem muitos softwares e distribuições mais amigáveis, sendo tão fáceis como o Windows.

Muitos se perguntam: POR QUE USAR O LINUX? Darei motivos para que você pelo menos teste, se usará ou não é consequência:

  • O Linux não é um sistema operacional, mas sim um termo usado para representar qualquer sistema que use este núcleo[1]. O que quero dizer é que você terá várias opções, poderá testar muitas e achar uma do seu gosto.
  • É altamente customizável, podendo assim deixá-lo com a sua cara.
  • As distribuições são no geral estáveis e atualizadas, tendo a maioria uma boa comunidade sempre melhorando. Em destaque a comunidade doDebian e seus derivados. Pelo que sei é a maior que existe.
  • Com ele você aprende. Não que com outros sistemas você não aprenda, mas no Linux você pesquisa, vai atrás e procura resolver os problemas você mesmo, sem levar ao técnico para qualquer coisa.
  • As distribuições não exigem muito do sistema, e se você achar que sim você ainda pode mudar o ambiente gráfico para um mais leve, consumindo assim pouquíssimos recursos.

Por onde começar

Comecei a usar o Linux por pura curiosidade, não sabia o que era, nem sua filosofia e nem a diferença de software livre e proprietário. Não conhecia ninguém que usava, mas senti uma força me chamando, então pulei de cabeça.

Meu primeiro contato com uma distribuição foi através do Wubi. Este pequeno programa torna possível a instalação de distribuições Linux dentro do Windows, porém, recomendo que você baixe um live-cd de alguma distro simples e amigável, assim você pode testar o sistema antes de instalar, como por exemplo:

  • Ubuntu, a mais usada no mundo. Muito famosa por sua facilidade, e é baseada numa grande distro: Debian.
  • Mint Linux, outra distro muito simples, bonita e amigável, que é baseada no Ubuntu.
  • Sabayon. Esta distribuição é uma das mais ‘pronto para uso’ que já usei. Ela é um rolling release, ou seja, ela é constantemente atualizada, porém, é recomendado ter uma internet relativamente boa.
  • openSUSE. Muito bonita, elegante e também muito fácil e amigável.
  • Fedora. É estável, robusta e foi baseada em uma famosa distribuição para servidores, Red Hat. Vale a pena conferir.

Bom, há centenas de distribuições e seria difícil colocar tudo em um artigo. Quem quiser dar uma olhada mais à fundo, o site DistroWatch tem um grande acervo de distros e informações.

Se mesmo assim você ainda tem dúvidas, é possível fazer um teste para saber qual seria a ideal para você:

Não se assuste com os termos como compilar, rpm, deb, apenas seja sincero na resposta que o resultado será bom.

Linux: Por que se aventurar no Linux

Escolhi e baixei, e agora?!

Ótimo, estamos quase lá.

Após ter baixado o arquivo com extensão .iso, para gravarmos é necessário um gravador ou queimador de cd/dvd. No Windows os mais conhecidos são o Nero e Alcohol. Se você não possuir nenhum, pode encontrar vários no Baixaki

Depois de gravar a imagem, reinicie o computador. Você deve acessar as opções de boot de seu computador (no meu caso entro nelas apertando a tecla F8 ao ligar o computador) para que inicie a partir do cd/dvd.

Você pode testar o sistema ou instalar direto. A instalação é muito intuitiva e simples, bastando seguir os passos na tela.

Ao terminar a instalação é só desfrutar de seu novo sistema. Se surgir dúvidas é para isso que serve o VIVA O LINUX, responderemos com o maior prazer!

Categorias:Software Livre

Nada como uma pegadinha marota pra dar uma desfibrilada num tópico do falecido Orkut

Categorias:Fotos, Passatempo

Lição da Semana: Sempre reserve um momento do dia para refletir

Categorias:Fotos, Passatempo